You are currently viewing Cegueira: Causas, prevenção e cuidados

Cegueira: Causas, prevenção e cuidados

  • Post category:Oftalmologia

Perder a oportunidade de enxergar o mundo, a vida ao seu redor, pode ser algo extremamente doloroso. Principalmente se levarmos em consideração que, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), 60% dos casos de cegueira poderiam ser evitados.

Os casos de cegueira se tornam ainda mais preocupantes conforme envelhecemos. Segundo o CBO, 82% dos cegos têm 50 anos ou mais. É nessa fase da vida que doenças como retinopatia diabética e catarata se tornam mais comuns.

Por isso, entender o que pode levar à cegueira, bem como prevenir e ter acompanhamento médico para tratar distúrbios visuais se torna essencial.

O que pode causar a cegueira?

A cegueira pode acontecer por diversas causas, em qualquer momento da vida, porém, são mais comuns na primeira infância ou na terceira idade.

Entre as causas mais frequentes de cegueira estão a Catarata (40%), o Glaucoma (20%), a Retinopatia Diabética (16%), a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) (16%) e os Erros refrativos (5,5%).

Muitas dessas doenças aparecem de forma silenciosa, portanto sem sintomas em sua fase inicial, o que reforça a importância do diagnóstico precoce e acompanhamento oftalmológico durante todas as fases da vida.

Conheça um pouco mais das doenças que causam a cegueira:

Catarata

A catarata é uma das principais causas de cegueira e, por isso, deve ser tratada com muita atenção. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a catarata afeta aproximadamente 65,2 milhões de pessoas e causa perda de visão moderada a grave em mais de 80% dos casos.

No Brasil, segundo pesquisa da Fiocruz, 14 milhões de brasileiros têm cataratas, ou seja, 25% da população com mais de 50 anos. Ela é a quarta doença mais recorrente nessa faixa etária no país, ficando atrás apenas da hipertensão arterial, de problemas de coluna e do colesterol alto.

Esta doença é causada pelo acúmulo de proteínas no cristalino, uma lente que permite a visão nítida em todas as distâncias. Na prática, é como se houvesse uma nebulosidade na lente dos olhos que impede que os raios de luz atravessem e alcancem a retina para formação de imagens.

Em seus estágios iniciais, a catarata pode não causar um problema, afetando apenas uma pequena parte da lente. No entanto, com o passar do tempo, a catarata pode crescer e afetar de forma mais severa a lente, o que dificulta a visão.

Fique atento e procure um médico oftalmologista ao identificar os seguintes sintomas:

  • Visão turva, embaçada ou nebulosa
  • Miopia (em idosos)
  • Mudanças na maneira como você vê as cores
  • Problemas ao dirigir à noite (brilho dos faróis que se aproximam, por exemplo)
  • Problemas com brilho durante o dia
  • Visão dupla no olho afetado
  • Problemas com óculos ou lentes de contato que não funcionam bem

Glaucoma

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), todo ano surgem mais de 2,4 milhões de casos novos de glaucoma. Em 2020, cerca de 60 milhões de pessoas tinham o diagnóstico desta doença, que é a segunda maior causa de cegueira no mundo.

O glaucoma é uma doença que afeta o nervo óptico, prejudicando de forma irreversível o envio dos estímulos visuais gerados na retina para o cérebro. A lesão no nervo óptico tem no aumento da pressão intraocular o principal fator de risco envolvido na causa dessa doença.

O aumento da pressão intraocular se deve à diminuição no escoamento do humor aquoso, líquido que preenche a porção anterior interna do globo ocular. Com o passar dos meses e anos o aumento da pressão dentro dos olhos contribui, juntamente com outros fatores, para a lesão progressiva e irreversível do nervo óptico. Na maior parte dos pacientes essa lesão se dá de forma totalmente assintomática na sua fase inicial.

Com o desenvolvimento da doença pode-se notar perda gradual da visão, iniciando na periferia do campo visual, que com a evolução do quadro chega a comprometer a visão central evoluindo até a cegueira.

Casos de glaucoma agudo, que apresentam valores muito elevados da pressão ocular, são acompanhados de dor intensa nos olhos, vermelhidão ocular, dor de cabeça, mal estar, fotofobia e até episódios de vômito.

Diabetes e sedentarismo

O diabetes também é uma das maiores causas de cegueira evitável no mundo. Cerca de 75% dos pacientes diabéticos com mais de 20 anos, desenvolvem algum grau de retinopatia diabética.

Essa doença é uma das possíveis complicações decorrentes da diabetes mellitus e acontece quando os vasos sanguíneos na retina se enfraquecem e sangram. Esse problema é causado pelo aumento do nível de açúcar no sangue (hiperglicemia).

O sedentarismo e a adoção de hábitos alimentares pouco saudáveis pode aumentar bastante as chances de desenvolvimento de diabetes, hipertensão e assim causar problemas que afetem a saúde dos olhos.

Cuidados para prevenir a cegueira

Além das doenças citadas, existem outras que podem causar cegueira. Por isso, a prevenção é sempre a melhor forma de combater esse mal. Dentre os principais cuidados, estão:

  • Não fumar
  • Reduzir o consumo de álcool
  • Usar óculos de sol com proteção adequada ao se expor ao sol
  • Incluir na dieta produtos com carotenoides, pigmentos orgânicos presentes em plantas; vitaminas A e D, zinco, ácidos graxos ômega-3 e antioxidantes
  • Controlar a taxa de glicose do sangue e pressão arterial
  • Fazer acompanhamento médico durante a gravidez, pois algumas doenças podem se agravar neste momento, prejudicando sua saúde ocular e também do bebê.

E, claro, para se prevenir a cegueira e outras doenças oculares, a principal dica é fazer pelo menos uma vez ao ano exames oftalmológicos para acompanhar sua saúde ocular.

Venha até o Centro Oftalmológico Integrado (COI) e tenha o acompanhamento dos melhores médicos especialistas, além do suporte de equipamentos de ponta para diagnóstico e tratamento de diversas doenças oculares.

Em nosso espaço especialmente dedicado à oftalmologia da família você encontrará todo o suporte para recuperar o conforto e a clareza da sua visão e, assim, poder apreciar toda a beleza da vida!

Agende uma consulta agora mesmo pelo telefone, WhatsApp ou agendamento on-line em nosso site.