Criança cm uma manchinha em um dos olhos (câncer de olho)

Existe câncer no olho? Conheça os tipos, causas, sintomas e tratamentos

No dia 4 de fevereiro foi celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, uma oportunidade para disseminar informação sobre prevenção e controle do câncer. E uma das dúvidas mais frequentes sobre o tema é se existe câncer no olho.

A resposta é sim. Ainda que raro, é possível que um câncer atinja os olhos, podendo causar cegueira e até a morte. Geralmente, quando esse tipo de tumor acomete os olhos, a origem da doença está em outra parte do corpo.

Isso porque quando existe um câncer em outro órgão, como pulmão, mama, próstata, entre outros, as células malignas dos tumores podem se espalhar pelo organismo através da corrente sanguínea, chegando até o globo ocular.

Com isso, desenvolve-se também o tumor na região, que pode atingir estruturas oculares como córnea, retina, nervo óptico, pálpebra, conjuntiva, úvea e até mesmo o canal lacrimal.

A seguir, você poderá entender melhor quais os tipos de câncer no olho, suas causas, sintomas e o que fazer para tratar.

Tipos de câncer no olho

Existem alguns tipos de câncer que podem atingir a região ocular. Nos adultos, os mais comuns são o melanoma intraocular e o Linfoma não Hodgkin. Já nas crianças, retinoblastoma e meduloepitelioma são os mais presentes.

Melanoma intraocular

Este tipo de câncer no olho pode se desenvolver na úvea ou na conjuntiva. O melanoma uveal é o mais comum, afetando a área localizada entre a retina e a região esbranquiçada do globo ocular. Ele é mais comum em pessoas brancas, acima dos 50 anos, com olhos claros e também em quem possui pintas no fundo dos olhos.

Já o melanoma da conjuntiva é mais raro, porém mais agressivo. Ele atinge as partes próximas à conjuntiva, a parte fina e clara que cobre a esclera (parte branca dos olhos). Esse tipo de câncer tem facilidade em se espalhar pelo sistema linfático, por isso há uma grande preocupação que ele se espalhe por outros órgãos.

Sintomas do melanoma intraocular

Nos casos de melanoma intraocular o paciente não costuma sentir nenhum sintoma nos estágios iniciais. Por isso, é essencial a visita periódica ao oftalmologista. Quando a doença está em estágio avançado é possível sentir alguns dos sintomas a seguir:

  • Problemas de visão
  • Manchas no campo de visão
  • Alteração do campo visual
  • Evolução de um ponto escuro na íris
  • Mudança no tamanho ou forma da pupila
  • Alteração na posição do olho dentro de sua órbita
  • Abaulamento dos olhos
  • Alteração na forma como o olho se move dentro da órbita.

Tratamentos

Dependendo do tamanho e gravidade do câncer no olho tenha tamanho pequeno ou médio, o médico pode escolher entre o tratamento com radioterapia, laserterapia ou cirurgia. Existe também a braquiterapia, que apresenta uma ótima taxa de cura, no entanto, pode alterar a capacidade visual de forma importante. Nos casos mais graves, pode ser necessário realizar uma cirurgia para a remoção do órgão, a chamada enucleação.

Linfoma não Hodgkin

O linfoma é um tipo de câncer que se origina nas células do sistema imunológico, afetando principalmente outros órgãos, antes de chegar aos olhos. Inclusive, apenas 2% dos pacientes com esta doença foram acometidos também na região ocular.

Esse tipo de câncer no olho é observado principalmente em idosos e pessoas com problemas graves no sistema imunológico. Felizmente este tipo de tumor tem alta taxa de cura e tem progressão lenta, não afetando muito a visão do paciente.

Sintomas

Na maioria dos casos o principal sintoma é proptose, quando um olho fica mais saltado que o outro. Há casos em que pode-se notar mancha na conjuntiva ou uma massa palpável na pálpebra. Em casos raros pode-se sentir dor, além de vermelhidão e visão dupla.

Tratamentos

A radioterapia aplicada na região é o tratamento mais empregado e também possui alta porcentagem de cura, trazendo poucos efeitos colaterais. Nos casos mais agressivos pode ser realizada quimioterapia.

Retinoblastoma

O retinoblastoma é um tipo de câncer no olho que atinge principalmente crianças até cinco anos. Ele ataca as células da retina do olho da criança, impactando fortemente na sensibilidade à luz e na capacidade de enxergar normalmente. Pode acometer ambos os olhos e também pode ser hereditário.

Sintomas

Dentre os sintomas mais comuns do retinoblastoma estão:

  • Estrabismo
  • Inflamação
  • Conjuntivite
  • Dor
  • Inchaço
  • Perca de visão
  • Vermelhidão da parte branca do olho
  • Sangramento na parte anterior do olho
  • A pupila não se contrai, diminuindo de tamanho; quando exposta à luz brilhante;
  • Pupila branca ou rosa, o que gera um reflexo brilhante no olho afetado;
  • Cor diferente de cada íris.

 

Como este tipo de câncer no olho não costuma apresentar sintomas em seu estágio inicial, é essencial que os pais realizem o teste do olhinho a fim de identificar problemas de visão na infância. O exame é simples e obrigatório nas maternidades e berçários do  Brasil, pois pode reconhecer doenças graves precocemente, como este tipo de câncer no olho em estados iniciais, logo nos primeiros dias de vida.

Tratamentos

Esta é uma doença bastante perigosa, que pode até levar a óbito se não tratada corretamente. Nos casos mais avançados a criança pode ter que passar por quimioterapia ou radioterapia, ou até mesmo retirar o olho.

No entanto, quando  diagnosticada no início, é altamente curável e os tratamentos permitem que a criança continue a enxergar normalmente. Por isso, mais uma vez reiteramos a importância dos cuidados e acompanhamento oftalmológico na infância.

Meduloepitelioma

O meduloepitelioma é o segundo tipo de câncer no olho mais comum entre crianças. No entanto, é muito raro. A doença afeta o corpo ciliar, mas há casos no nervo óptico e na retina. Ele apresenta desenvolvimento lento, porém bastante agressivo. Essa doença costuma afetar crianças entre 4 e 7 anos.

Sintomas

Os principais sintomas deste tipo de câncer no olho incluem:

  • Dor
  • Perda visual
  • Presença de massa branca atras do cristalino
  • Um dos olhos saltados (proptose)
  • Catarata
  • Glaucoma

Tratamentos

Por ser um tipo de câncer muito agressivo, um dos principais tratamentos é a enucleação, ou seja, a retirada do olho afetado para evitar o crescimento do tumor.

O que fazer em caso de suspeitas de câncer no olho?

Se você está sentindo algum dos sintomas e sinais listados aqui, apresenta visão alterada, apresenta  alguma dor ocular, ou até mesmo se foi diagnosticado com algum câncer em outra parte do corpo, é importante ser avaliado por um médico oftalmologista.

Somente médicos ou clínicas especializadas na saúde dos seus olhos conseguirão identificar a presença de alguma doença e indicar o melhor tratamento.

Se está sentindo qualquer problema em sua visão, fale conosco e agende sua consulta.

Deixe nossa equipe de especialistas te ajudar a recuperar o conforto e a clareza de sua visão, para aproveitar ao máximo os momentos felizes da sua vida!

 

Revisão médica: Dr. Celso Lopez

Médico oftalmologista

CRM 75275

    Receba nossas novidades

    Inscreva-se gratuitamente em nossa newsletter.

    Inscrever

    Ao inscrever-se você está de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de uso.

    Posts recentes: