idosa com óculos (oftalmologia geriátrica)

Oftalmologia geriátrica: abordagens personalizadas para idosos 

A população de idosos no mundo vem aumentando a cada ano. Estimativas apontam que até 2025 o Brasil terá a sexta maior concentração de idosos do mundo, com um número acima de 32 milhões, ou seja, quase 13% da população. 

Com a idade avançada é comum que ocorram alterações na estrutura e na função ocular, que podem comprometer a visão e causar desconforto, dificuldade para realizar as atividades diárias e até mesmo risco de quedas e acidentes. 

Por isso, a oftalmologia geriátrica está recebendo bastante destaque, afinal, nossa população está envelhecendo, mas cada vez mais buscando ter saúde e qualidade de vida. 

Principais problemas oftalmológicos em idosos 

Para realizar abordagens personalizadas para idosos é importante conhecer os problemas que mais os afetam. 

Presbiopia 

Perda da capacidade de focar objetos próximos, que ocorre devido à diminuição da elasticidade do cristalino, a lente natural do olho. A presbiopia afeta quase todas as pessoas a partir dos 40 anos, e se manifesta como dificuldade para ler, escrever, usar o celular ou o computador. O tratamento mais comum é o uso de óculos ou lentes de contato para corrigir a visão de perto. 

Catarata 

Opacificação do cristalino, que impede a passagem da luz e causa a diminuição da visão, que pode variar de leve a severa. A catarata é mais frequente em idosos, mas também pode ser causada por fatores como diabetes, trauma, inflamação, infecção ou uso de certos medicamentos. O tratamento é cirúrgico, e consiste na substituição do cristalino opaco por uma lente artificial, chamada lente intraocular. 

Glaucoma 

É uma doença que afeta o nervo óptico, responsável por levar as imagens captadas pelo olho até o cérebro. O glaucoma tem como principal fator de risco o aumento da pressão intraocular, que pode danificar as fibras nervosas e provocar a perda progressiva da visão, podendo levar à cegueira se não for tratado. É mais comum em idosos, especialmente em pessoas com histórico familiar, diabetes, hipertensão, raça negra e alta miopia. O tratamento pode ser feito com colírios, medicamentos orais, laser ou cirurgia, dependendo do tipo e da gravidade do glaucoma. 

Degeneração macular relacionada à idade (DMRI) 

Doença que afeta a mácula, a região central da retina, responsável pela visão de detalhes e de cores. A DMRI é causada pelo acúmulo de depósitos ou pelo crescimento de vasos sanguíneos anormais na mácula, que podem prejudicar a sua função e causar a perda da visão central, dificultando a leitura, o reconhecimento de rostos e a percepção de contrastes. O tratamento pode ser feito com injeções intraoculares, laser ou cirurgia, dependendo do tipo e da gravidade da DMRI. 

O que fazer para cuidar da visão dos idosos? 

A seguir, listamos algumas dicas que podem ajudar a cuidar da visão dos idosos, diminuindo os problemas oculares e garantindo mais qualidade de vida. 

  • Usar óculos ou lentes de contato com a prescrição atualizada, e evitar forçar a vista para enxergar melhor. 
  • Proteger os olhos da radiação solar, usando óculos escuros com filtro UV e chapéu ou boné. 
  • Manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, legumes, peixes, oleaginosas e cereais integrais, que fornecem vitaminas, minerais e antioxidantes que beneficiam a saúde ocular. 
  • Controlar o peso, a glicemia, a pressão arterial e o colesterol, que são fatores que podem aumentar o risco de doenças oculares. 
  • Evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, que são prejudiciais para a visão e para a saúde em geral. 
  • Praticar atividades físicas moderadas, com orientação médica, que ajudam a melhorar a circulação sanguínea e a oxigenação dos tecidos, inclusive dos olhos. 
  • Hidratar os olhos, usando colírios lubrificantes, especialmente se houver sensação de secura, ardor ou irritação. 
  • Limpar os olhos com cuidado, usando água filtrada ou soro fisiológico, e evitar coçar ou esfregar os olhos com as mãos sujas ou com objetos contaminados. 
  • Descansar os olhos, fazendo pausas frequentes ao usar o computador, o celular ou a televisão, e piscando mais vezes para evitar o ressecamento da superfície ocular. 
  • Buscar informações confiáveis sobre as doenças oculares, os seus sintomas, os seus tratamentos e as suas possíveis complicações, para que possam entender melhor o seu quadro e participar das decisões sobre o seu cuidado. 
  • Seguir as orientações médicas, realizando os exames, os tratamentos e as revisões conforme a indicação, e comunicando ao oftalmologista qualquer alteração na visão ou no estado geral de saúde. 

Onde encontrar uma clínica especializada em oftalmologia geriátrica? 

Se você ou alguém de sua família precisa de abordagens personalizadas para idosos, é essencial contar com uma clínica especializada neste tipo de público. 

Aqui no Centro Oftalmológico Integrado – COI temos uma equipe altamente capacitada, equipamentos modernos e um ambiente aconchegante para que os idosos se sintam confortáveis e seguros.  

Além disso, oferecemos exames complementares para um diagnóstico preciso, ajudando o médico a escolher o melhor tratamento.  

Entre em contato conosco, agende sua consulta e confie em nossa equipe para enxergar o mundo com mais nitidez. 

Revisão médica: Dr. Celso Lopez

Médico oftalmologista

CRM 75275

Receba nossas novidades

Inscreva-se gratuitamente em nossa newsletter.

Inscrever

Ao inscrever-se você está de acordo com as Políticas de Privacidade e Termos de uso.

Posts recentes:

Cuidar da visão é essencial para manter a qualidade de vida e desempenho no ambiente

A retinopatia diabética é uma complicação ocular que afeta pessoas com diabetes. Ela ocorre devido

A catarata é uma doença ocular que afeta o cristalino, a lente natural do olho

Agende uma Consulta
Agende agora mesmo uma avaliação oftalmológica.