You are currently viewing Catarata, um dia ela chega!

Catarata, um dia ela chega!

  • Post category:Oftalmologia

O que é a catarata?

O cristalino é uma estrutura intraocular, que atua como uma lente auxiliando a focalização do que enxergamos na retina, situada no fundo do olho. O cristalino tem o poder de uma lente de óculos de aproximadamente 21 graus. Essa estrutura geralmente é transparente e com o passar dos anos torna-se gradualmente opaca. Com a perda de transparência, as imagens perdem definição, e as pessoas passam a se queixar que não enxergam bem, com a piora progressiva da visão ao longo dos meses.

Cristalino normal e opaco

A catarata é uma patologia ocular que geralmente afetará todos os indivíduos principalmente após os 60 anos de idade. Trata-se de uma alteração ocular que acompanha o envelhecimento humano, desta forma invariavelmente todos seremos diagnosticados com catarata ao longo da vida.

A catarata é uma doença comum?

Sabemos que a catarata é uma das principais causas de cegueira no mundo. Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), cerca de 120 mil pessoas são diagnosticadas com catarata no Brasil anualmente, sem considerar os casos que já tem o diagnóstico feito nos anos anteriores, porém não tratados. No mundo cerca de 65 milhões de indivíduos sofrem de baixa visão causada pela catarata. A boa notícia é que se trata de uma situação reversível desde que diagnosticada e tratada adequadamente.

Quais são as principais causas do aparecimento da catarata?

  • O envelhecimento humano.
  • Diabetes melitos não controlado.
  • Exposição excessiva ao sol, sem o uso de óculos de sol.
  • Uso de colírios com corticosteróides sem controle médico.
  • Uso de medicamentos orais à base de corticosteróides.
  • Traumatismo ocular.
  • Queimaduras oculares
  • Infecções e inflamações oculares – uveítes, toxoplasmose, sífilis, rubéola entre outras

Cabe salientar que existe a chamada catarata congênita, diagnosticada nos primeiros meses de vida, que embora seja considerada uma doença rara, pode se manifestar em crianças que durante a gestação foram afetadas por doenças como rubéola, sífilis, toxoplasmose, bem como o uso de drogas e álcool pela mãe durante a gravidez.

Quais os sintomas da catarata?

Os pacientes referem que ao longo do tempo, a visão torna-se embaçada tanto para longe como para perto de forma progressiva, onde mesmo com o uso dos óculos, não percebem a melhora da visão. Sintomas como formação de halos de luz, visão dupla e fotofobia podem acompanhar o quadro de catarata.

Qual o tratamento?

A opacidade do cristalino não tem tratamento clínico. Não existem colírios ou medicamentos orais que tratem de forma eficaz a progressão da catarata. A cirurgia de catarata com o implante de lente intraocular artificial é o único tratamento eficaz para a recuperação da capacidade visual.

Hoje em dia a cirurgia de catarata se mostra muito segura e com excelentes resultados. Trata-se de um procedimento realizado com anestesia local e sedação, onde o paciente não sente dor ou desconforto durante a cirurgia. Realizada com equipamentos modernos e seguros a cirurgia de catarata é realizada entre 15 e 30 minutos, utilizando a técnica cirúrgica chamada facoemulsificação. Não há necessidade de internação, e o paciente retorna para casa de uma a duas horas após a cirurgia.

O período pós-operatório exige cuidados como o uso de colírios, não pegar peso ou realizar atividades físicas intensas por cerca de 30 dias. Geralmente após sete dias de cirurgia o paciente pode voltar às atividades profissionais e sociais de forma satisfatória. As crianças com diagnóstico de catarata congênita devem ser submetidas à cirurgia logo nos primeiros meses de vida, proporcionando rápido desenvolvimento da visão.

Cirurgia de catarata(1) e implante de lente intraocular(2)

Vou precisar usar óculos após a cirurgia?

Na maioria dos casos os pacientes operados de catarata necessitarão recorrer ao óculos para leitura apenas. Em situações especiais, dependendo das características oculares dos pacientes e do tipo de lente intraocular utilizada, a visão para longe e para perto é reestabelecida sem a necessidade de qualquer tipo de óculos. O tipo de lente intraocular escolhida, bem como a programação cirúrgica dependerão de avaliação detalhada do médico oftalmologista em comum acordo com o paciente.

Características pessoais de cada paciente, que incluem atividade profissional, prática de esportes, uso de computadores, condução de veículos entre outras coisas, interferem na escolha do tipo de lente intraocular e programação cirúrgica.

Na grande maioria das vezes a cirurgia de catarata proporciona ao indivíduo a recuperação da capacidade visual de forma rápida e segura, reintegrando a pessoa às suas atividades rotineiras com excelente qualidade de vida.

Catarata tem tratamento rápido e seguro. Enxergar bem é primordial para uma vida feliz em qualquer fase da vida.

Você tem alguma dúvida sobre catarata? Entre em contato conosco.

Por Dr. Celso Lopez Fernandez

(CRM 75275)